Assine o Meio: notícia confiável para quem não tem tempo de ler jornal.



13 de junho de 2022
Consultar edições passadas



Bolsonaro pediu interferência dos EUA na eleição, diz Bloomberg


O presidente Jair Bolsonaro (PL) aproveitou um encontro reservado com o colega americano Joe Biden durante a Cúpula das Américas para pedir ajuda de Washington em sua reeleição, disseram fontes da diplomacia americana à agência Bloomberg. Para tentar convencer Biden, o brasileiro alegou que seu adversário e líder nas pesquisas, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), seria um perigo para os interesses americanos no Brasil. Segundo essas fontes, Biden, que teria ressaltado a importância de preservar a integridade do processo eleitoral brasileiro, desconversou diante do pedido. Na semana passada, ao questionar o sistema eleitoral brasileiro em entrevista a uma TV, Bolsonaro voltou a falar em fraudes nas eleições americanas de 2020, nas quais seu aliado Donald Trump perdeu para Biden. (Bloomberg)

Líder da oposição no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP) usou as redes para criticar enfaticamente o suposto apelo de Bolsonaro a Biden. “Em qualquer lugar do mundo, pedir a intervenção de uma nação estrangeira em assuntos internos é crime de alta traição à pátria!”, escreveu em seu perfil no Twitter. (Correio Braziliense)

Jamil Chade: “Constrangimento e vergonha. Foi dessa forma que o Itamaraty e alguns dos principais diplomatas brasileiros receberam os relatos de que Bolsonaro teria solicitado ajuda de Biden nas eleições. O gesto foi visto como uma ‘afronta’ à soberania nacional e viola até mesmo os princípios de independência. O constrangimento foi ainda maior depois que a reação do governo americano foi, ao ouvir o pedido, de simplesmente mudar de assunto.” (UOL)

Ainda nos EUA, Bolsonaro participou no sábado de um evento numa igreja evangélica brasileira em Orlando, na Flórida. Em seu discurso, ele criticou o aborto e a “ideologia de gênero” e voltou a desafiar as leis, agora as da biologia. “Somos pessoas normais, podemos até viver sem oxigênio, mas jamais sem liberdade”, afirmou. (Metrópoles)

A Polícia Federal informou por nota que foram encontrados ontem um cartão de saúde em nome do indigenista Bruno Araújo e outros objetos dele e do jornalista inglês Dom Phillips. Os dois desapareceram na manhã do dia 5 quando iam de barco da comunidade Ribeirinha São Rafael para a cidade de Atalaia do Norte, no Vale do Javari (AM). Segundo a PF, além do cartão, foram encontrados calçados e roupas dos dois e uma mochila com objetos pessoais de Phillips. Mergulhadores dos bombeiros acharam a mochila, que continha ainda um laptop, numa área de igapó, amarrada a uma árvore próximo à casa de Amarildo Costa de Oliveira, que está preso, suspeito de participação no desaparecimento do repórter e do indigenista. (g1)

“Hoje, é quase certeza absoluta de que eles não estão mais entre nós”, disse Lúcia Farias Sampaio, sogra de Dom Phillips, durante uma manifestação ontem no Rio cobrando a solução do desaparecimento. “Minha filha está lá em Salvador, sofrendo como uma louca. A vida deles desabou, porque tinham sonhos que foram por água abaixo”, afirmou. (CNN Brasil)

Para ler com calma. O repórter Vinícius Sassine refez o percurso de Araújo e Phillips antes de desaparecerem. Onde estiveram, com quem falaram e o que fizeram antes de partirem para Atalaia do Norte, aonde nunca chegaram. (Folha)

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou um levantamento (íntegra) mostrando que acolheu inteiramente seis sugestões feitas pelas Forças Armadas e parcialmente outras quatro. Feito por ordem do presidente da Corte, ministro Edison Fachin, o levantamento é uma resposta ao ofício do ministro da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira, reclamando que os militares “não se sentiam devidamente prestigiados” na Comissão de Transparência das Eleições (TCE). Entre as sugestões inteiramente atendidas estão a diferenciação entre “auditoria” e “fiscalização” e a atuação de empresas de auditoria contratadas por partidos. A única sugestão rejeitada foi a divulgação das listas de abstenções, o que, segundo o TSE, violaria a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais. (Poder360)

Ex-executivo da Odebrecht Alexandrino Alencar afirma que procuradores da Lava-Jato o pressionaram a envolver o ex-presidente Lula (PT) em sua delação premiada. Segundo Mônica Bergamo, a entrevista dele está no documentário Amigo Secreto (trailer), de Maria Augusta Ramos, que estreia esta semana. Alencar diz que os investigadores indagavam sobre “o irmão do Lula, o filho do Lula, não sei o que do Lula, as palestras do Lula” e só aceitaram o acordo após o ex-presidente ser citado. Seu depoimento foi considerado fundamental para as condenações de Lula, depois anuladas pelo STF. (Folha)


Um grupo de 20 senadores americanos — 10 republicanos e 10 democratas — anunciou ontem um acordo para rever leis de controle de armas, diante da reação aos recentes massacres no país. Os pontos apresentados, porém, estão longe de promoverem mudanças profundas. Entre outros itens estão o veto à venda de armas a pessoas consideradas pela Justiça um perigo para elas próprias e os outros e o acesso a fichas criminais juvenis e registros de saúde mental para menores de 21 anos que queiram comprar armas. O anúncio aconteceu um dia depois de protestos em todo o país exigirem leis mais duras para a venda de armas de fogo. (Washington Post)


Souvenir

Spacca

bolsonaro capitolio 560

Nossa assinatura premium não tem pegadinha, daquelas que é mais barata nos primeiros meses e depois dá um salto, ou daquelas outras que você precisa falar com sei lá quantos atendentes para cancelar, precisa dar um tempo? É só ir em nosso site premium e cancelar, depois você pode voltar, quando quiser. Sempre pelo mesmo preço, mais barato do que um lanche na padaria. Assine.

Viver


Em vias de serem revistas este ano, conforme prevê a lei que as criou em 2012, as cotas raciais em universidade públicas contam com apoio de 50% da população, de acordo com levantamento feito pelo Datafolha em parceria com o Cesop-Unicamp. A aprovação das cotas chega a 60% entre os pais de alunos da rede privada, grupo não beneficiado pelas políticas de ação afirmativa. O apoio é maior entre os mais escolarizados, mais jovens e com maior renda, além de pretos e pardos. Contra a política são 34%, 3% são indiferentes, e 12% não souberam opinar. (Folha)

Em 2021, pela primeira vez, mais da metade dos programas de pós-graduação no Brasil ofereceram políticas de cotas. Dos 2.817 programas existentes no país, 54,3% apresentaram ações afirmativas no processo seletivo no ano passado – basicamente o dobro do registrado em 2018 (26,8%). Um dos reflexos desse avanço é uma presença maior de temas como diversidade étnica e de gênero nas dissertações, por exemplo. Mas esses mestrandos e doutorandos enfrentam dificuldades, como congelamento de bolsas e a exigência pela Capes de domínio de idiomas estrangeiros. (g1)

O Ministério da Saúde confirmou ontem mais dois casos de varíola de macaco, elevando a três o total no país. O terceiro infectado é um gaúcho de 51 que esteve em Portugal, país com 209 casos da doença. Mais cedo, a Secretaria de Saúde de São Paulo havia anunciado o segundo caso no estado. Há ainda oito pacientes em observação por suspeita da doença em seis estados. Nos dois casos paulistas, os portadores da doença viajaram a Portugal e Espanha, de forma que não há comprovação de transmissão comunitária no Brasil. No primeiro grande surto da doença fora da África, onde é endêmica, 1.469 casos já foram confirmados em 31 países desde o início de maio. Confira quais os sintomas da varíola de macaco, como trata-la e, principalmente, como evita-la (Poder360)

Foi em Fernandina, uma das mais isoladas ilhas do Arquipélago das Galápagos, no Equador, que, em 1906, o explorador Rollo Beck encontrou o que seria o último exemplar das tartarugas gigantes locais, a Chelonoidis phantasticus. Não era. Após três anos de pesquisas, geneticistas concluíram que uma jovem fêmea, apelidada de Fernanda, localizada na ilha em 2019, pertence à mesma espécie. Cientistas querem explorar a ilha em busca de outros espécimes, mas Fernandina é particularmente inóspita, com campos de lava dificultando o acesso. (CNN Brasil)

Cultura


Recentemente, uma enquete com centenas de produtores, músicos e jornalistas escolheu os 500 melhores discos brasileiros de todos os tempos. Na lista dos “dez mais”, porém, apenas Sobrevivendo no Inferno (Spotify), dos Racionais MCs, de 1997, era posterior a 1974. Para jogar luz na produção musical dos últimos 40 anos, o Globo reuniu um júri de respeito para eleger os melhores discos a partir de 1982. O merecidamente mais votado foi Da Lama Ao Caos (Spotify), que marcou a estreia de Chico Science & Nação Zumbi, em 1996. Ao contrário da lista mais ampla, o top 10 desta foi dominado pelo BRock, com Elza Soares sendo a única representante da MPB, mesmo que repaginada, com A Mulher do Fim do Mundo (Spotify), de 2015.  (Globo)

A Netflix oficializou neste domingo a segunda temporada de um de seus maiores sucessos, a série sul-coreana conhecida no Brasil como Round 6. A plataforma divulgou uma carta na qual Hwang Dong-hyuk, criador da série, promete a volta de personagens queridos do público. Na trama, que levantou muitas críticas devido à violência, pessoas comuns em dificuldades financeiras se inscrevem em um reality sem saberem que a eliminação é literal. (Omelete)

Milton Nascimento deu início na noite de sábado, no Rio de Janeiro, à turnê na qual se despedirá dos palcos. Não era uma plateia convencional, claro. A Cidade das Artes estava lotada de amigos, artistas, convidados e 800 pessoas que conseguiram ingressos em NFT. Mesmo em vias de completar 80 anos, Bituca mostrou a voz perfeita de sempre, desfiando 27 clássicos ao longo de duas horas de show. Tristeza só em algumas pessoas na plateia, inconformadas com a despedida do artista. A turnê A Última Sessão de Música, para qual já foram vendidos cem mil ingressos, deve terminar no dia 13 de novembro, em Belo Horizonte. (Folha)

Ontem completaram-se 80 anos que uma família de judeus holandeses, os Frank, comemoraram os 13 anos de sua filha Anne. Seria uma data prosaica, não tivesse ela ganhado de presente do pai, Otto, um diário. Durante pouco mais de dois anos a menina descreveu naquelas páginas a experiência de viver num esconderijo na Amsterdã ocupada pelos nazistas. Os Frank e os Pels, com quem dividiam o espaço, foram presos em agosto de 1944. Anne morreu de tifo, aos 15 anos, no campo de concentração de Bergen-Belsen no ano seguinte. Publicado em 1947, seu diário se tornou um das mais tocantes lembranças do que foi o horror nazista. (Estadão)

Cotidiano Digital


O engenheiro sênior de software do Google, Blake Lemoine, foi afastado na última sexta-feira pela gigante de tecnologia após suas declarações controversas sobre uma ferramenta de inteligência artificial (IA) da companhia. Lemoine alega que a LaMDA (Modelo de Linguagem para Aplicações de Diálogo) seria senciente, ou seja, percebe sentidos e tem consciência. Durante estudos obre a ferramenta, o engenheiro disse que o chatbot teria ganhado consciência quando a IA começou a falar sobre seus direitos e personalidade. Em uma das falas, a tecnologia teria dito que queria “ser reconhecida como uma funcionária do Google e não como uma propriedade”. Em comunicado, o Google alega que as supostas provas do engenheiro não são de fato conclusivas. A companhia também afirma que analisou as preocupações de Blake, mas que suas “evidências não apoiam suas alegações”. (The New York Times)

Com o lançamento do novo sistema operacional iOS 16, os usuários do iPhone terão acesso a diversas novas funcionalidades e ferramentas. Mas nem todos os modelos estarão aptos a receber as novidades. Alguns celulares da marca deixarão de receber suporte, incluindo o iPhone 7, um dos mais populares no Brasil. Confira a lista dos dispositivos que não receberão mais atualizações. (Estadão)

E o Telegram lançará uma versão paga com mais recursos aos usuários. O plano Premium será lançado ainda este mês e terá limite maior para transferir arquivos nas conversas. (g1)

Você já conhece o Pioneiros? O programa de membros traz vários benefícios a quem indica o Meio para os amigos. De newsletter exclusiva a ecobags personalizadas. Faça parte do Pioneiros. Não custa nada.





Bem-vindo ao Meio. A assinatura básica é gratuita, comece agora mesmo.



13 de junho de 2022
Consultar edições passadas