Diversidade não será mais critério para escolha de ministro do STF, diz Lula

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

Gênero e cor não serão critérios adotados pelo presidente Lula para escolher quem vai assumir a vaga no Supremo Tribunal Federal (STF) que será aberta com a aposentadoria da ministra Rosa Weber. Em relação à Procuradoria-Geral da República (PGR), o presidente disse que ainda está conversando para decidir quem ficará no lugar de Augusto Aras, que deixa o cargo hoje.

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.