Dólar fecha cotado a R$ 5,1530, maior patamar desde 28 de março

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

O cenário externo contaminou novamente o câmbio e a Bolsa no Brasil. A divulgação de dados fortes do mercado de trabalho americano levou ao avanço dos rendimentos dos títulos do Tesouro dos Estados Unidos, indicando juros mais altos em uma economia aquecida. Dessa forma, o dólar se valorizou globalmente e fechou em alta de 1,71% frente ao real, a R$ 5,1530, maior patamar desde 28 de março (R$ 5,1643). O avanço das taxas nos EUA também afetou o Ibovespa, que encerrou o dia em baixa de 1,42%, aos 113.419 pontos. Em Nova York, o S&P 500 fechou em queda 1,37% e Dow Jones recuou 1,29%. (Valor)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.