Em reação a comentários de Guterres, Israel suspende vistos para funcionários da ONU

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

O governo de Israel anunciou nesta quarta-feira a suspensão dos vistos a funcionários da ONU em resposta aos comentários feitos pelo secretário-geral António Guterres sobre a crise no Oriente Médio. Na véspera, o português disse no Conselho de Segurança que os ataques do Hamas a Israel em 7 de outubro “não aconteceram por acaso”. “Como resultado disso, recusaremos vistos aos representantes da ONU”, disse o embaixador de Israel na ONU, Gilad Erdan, à Rádio do Exército Israelense. Israel já rejeitou um pedido de visto do subsecretário-geral da ONU para Assuntos Humanitários e Coordenador de Ajuda de Emergência, Martin Griffiths. “É hora de lhes ensinarmos uma lição”, disse. (CNN Brasil)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.