Com votação apertada, Senado aprova reforma tributária

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

Por 53 votos a 24, o Senado aprovou o texto principal da reforma tributária. A vitória foi apertada, já que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) precisava de ao menos 49 votos favoráveis. O placar foi o mesmo nas duas votações. Para garantir a aprovação, o relator da reforma na Casa, senador Eduardo Braga (MDB-AM), teve de ceder em vários pontos e, de última hora, acatou seis novas emendas, incluindo alíquota reduzida para o setor de eventos. Com a aprovação, a PEC segue para nova votação na Câmara dos Deputados, devido às mudanças feitas pelos senadores. Nos quatro meses em que ficou no Senado, o texto sofreu várias alterações, como aumento da lista de setores com tratamento tributário diferenciado. “O texto aprovado não é uma obra de arte perfeita, como já pontuei, mas foi o resultado de uma construção coletiva do texto possível, respeitando a correlação de forças da democracia”, afirmou Braga após o primeiro turno. (g1 e Estadão)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.