Se não der, ‘ótimo também’, diz Lula sobre meta de déficit zero

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

O presidente Lula afirmou nesta quarta-feira que seu governo vai buscar alcançar a meta de déficit zero, mas que, caso isso não seja possível, estará tudo “ótimo”. O objetivo, proposto pelo ministro da Fazenda, Fernando Haddad, consta no novo marco fiscal e seu não cumprimento poderia acionar gatilhos de contenção de gastos. “Nós temos um orçamento que foi previsto, que foi dito que nós vamos fazer tanto de investimento. Se der para fazer superávit zero, ótimo. Se não der, ótimo também”, disse Lula em entrevista à Rádio Itatiaia, em Minas Gerais. Lula disse se incomodar quando a discussão fiscal surge na pauta nacional e citou outros países, cujas dívidas já passaram 100% de seus PIBs. “Às vezes, inventam umas manchetes babacas aqui no Brasil. Na Itália, o déficit chega a 170% e as coisas continuam. O que a gente tem é que fazer o país crescer porque diminui a distância para a dívida”, complementou. “Essa é uma discussão que de vez em quando aparece e eu não gosto, porque você gasta o quanto você arrecada. Se aumentar a arrecadação, a gente tem mais dinheiro para gastar. Se diminuir a arrecadação, você vai diminuir o que você tem para investir. Essa é a lógica”, afirmou. (Poder360)

PUBLICIDADE

Lula também voltou a criticar a mineradora Vale por não ter “resolvido os problemas” relacionados aos desastres ambientais de Mariana e Brumadinho. Na avaliação dele, é preciso “brigar” por um acordo justo para as pessoas que foram atingidas pelas tragédias. (Valor)

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.

Se você já é assinante faça o login aqui.

Fake news são um problema

O Meio é a solução.

Edições exclusivas para assinantes

Todo sábado você recebe uma newsletter com artigos apurados cuidadosamente durante a semana. Política, tecnologia, cultura, comportamento, entre outros temas importantes do momento.


R$15

Mensal

R$150

Anual
(economize 2 meses)
Edição de Sábado: Biden e a sombra de 1968
Edição de Sábado: Descriminalizou, e agora?
Edição de Sábado: Em nome delas
Edição de Sábado: Nova era dos extremos
Edição de Sábado: A realidade argentina nos 6 meses de Milei

Sala secreta do #MesaDoMeio

Participe via chat dos nossos debates ao vivo.


R$15

Mensal

R$150

Anual
(economize 2 meses)

Outras vantagens!

  • Entrega prioritária – sua newsletter chega nos primeiros minutos da manhã.
  • Descontos nos cursos e na Loja do Meio

R$15

Mensal

R$150

Anual
(economize 2 meses)