Petrobras mira acordo com Mubadala para retomar operação de refinaria na Bahia

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

O CEO da Petrobras, Jean Paul Prates, anunciou na terça-feira que a estatal deve fechar um acordo em breve com o fundo árabe Mubadala Capital para retomar sua participação acionária na refinaria de Mataripe, na Bahia. A instalação é um antigo ativo da Petrobras e foi vendida ao fundo em novembro de 2021, no governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). A estatal tem negociado desde o ano passado sobre o destino da refinaria — anteriormente conhecida como RLAM e de propriedade da Acele. “Acertamos que nossas equipes intensificarão os trabalhos logo após a volta dos feriados de Carnaval com vistas a finalizar a nova configuração societária e operacional ainda neste primeiro semestre de 2024”, escreveu Prates em uma postagem no X. Além da recuperação da refinaria, o presidente da petroleira afirmou que quer ampliar e aprimorar “juntos” o empreendimento de biocombustíveis do grupo árabe no Brasil. (Bloomberg Línea)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.

Se você já é assinante faça o login aqui.

Fake news são um problema

O Meio é a solução.

Edições exclusivas para assinantes

Todo sábado você recebe uma newsletter com artigos apurados cuidadosamente durante a semana. Política, tecnologia, cultura, comportamento, entre outros temas importantes do momento.


R$15

Mensal

R$150

Anual
(economize 2 meses)
Edição de Sábado: Biden e a sombra de 1968
Edição de Sábado: Descriminalizou, e agora?
Edição de Sábado: Em nome delas
Edição de Sábado: Nova era dos extremos
Edição de Sábado: A realidade argentina nos 6 meses de Milei

Sala secreta do #MesaDoMeio

Participe via chat dos nossos debates ao vivo.


R$15

Mensal

R$150

Anual
(economize 2 meses)

Outras vantagens!

  • Entrega prioritária – sua newsletter chega nos primeiros minutos da manhã.
  • Descontos nos cursos e na Loja do Meio

R$15

Mensal

R$150

Anual
(economize 2 meses)