No Egito, Lula volta a criticar ação israelense em Gaza

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

Em seu primeiro dia de compromissos oficiais no Egito, o presidente Lula voltou a criticar a invasão israelense à Faixa de Gaza, iniciada após os ataques do grupo terrorista Hamas, em 7 de outubro, e reclamou da falta de poder da ONU para impor suas resoluções. “A única coisa que se pode fazer é pedir paz pela imprensa, mas me parece que Israel tem a primazia de descumprir, ou melhor, de não cumprir nenhuma decisão emanada da direção das Nações Unidas”, disse Lula, ao lado do presidente egípcio Abdul Fatah Khalil al-Sisi. O brasileiro defendeu ainda a reforma do Conselho de Segurança da ONU, com mais voz para “países que não fomentam a guerra”. (Poder360)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.