Ministros acompanharão sindicância sobre negro preso no RS após ser vítima de ataque

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

Os ministros de Direitos Humanos, Silvio Almeida, e de Igualdade Racial, Anielle Franco, decidiram acompanhar as investigações sobre a ocorrência do crime de racismo durante a prisão de um homem negroque teria sido vítima de uma tentativa de homicídio feita por um homem branco. O crime ocorreu em Porto Alegre (RS) e também provocou a reação do governador do estado, Eduardo Leite (PSDB), que pediu a abertura de uma sindicância para apurar a conduta dos policiais.

PUBLICIDADE

Mesmo alertados por testemunhas, os brigadistas militares não prenderam o suspeito de agressão e a ação dos agentes, imobilizando a vítima foi filmada pelas pessoas que estavam no local. O homem negro foi posto contra a parede, imobilizado e algemado por quatro agentes. Depois, foi levado à delegacia. (Zero Hora)

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.