Israel ameaça deixar competição do Eurovision caso letra seja rejeitada

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

Israel anunciou que poderá cancelar sua participação no Eurovision deste ano, caso os organizadores rejeitem a letra inscrita por considerá-la política. A cantora Eden Golan teve sua canção October Rain (Chuva de outubro) eleita para competir no festival de música europeu, que será realizado em Malmö, Suécia, no mês de maio. Suspeita-se que alguns trechos da letra façam referência às vítimas do ataque do Hamas, em 7 de outubro, no Sul de Israel. O evento proíbe que as músicas tenham declarações de cunho político. Caso a União Europeia de Radiodifusão (UER), promotora do evento, recusem a letra, o país tem direito a apresentar uma nova para a competição. O possível veto foi considerado “escandaloso” pelo ministro israelense de Cultura e Esportes, Miki Zohar. (Globo)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.