Eduardo Leite, do PSDB, é contra uma aliança com Nunes por associação a Bolsonaro

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

Uma das principais lideranças do PSDB, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, é contra o apoio do partido à reeleição do prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB). Para ele, a associação a Jair Bolsonaro (PL) não está alinhada com o projeto que o PSDB quer construir nacionalmente, de alternativa à polarização entre Lula e o ex-titular do Planalto. Leite considera que a eleição municipal na capital paulista tem de “observar questões nacionais” e o mais adequado seria lançar uma candidatura própria, conforme a tradição do partido na maior cidade do país. O governador se reuniu nesta segunda-feira com o ex-ministro Andrea Matarazzo, cujo retorno ao PSDB para concorrer à eleição é alvo de especulação. “Respeito o prefeito Ricardo Nunes. O trabalho dele começa com o PSDB, inclusive. Com o prefeito Bruno Covas. Mas houve a escolha de um caminho de se associar justamente ao Bolsonaro, o que diverge, destoa, do que o PSDB está buscando representar, de uma alternativa nesse contexto político nacional (da polarização)”, disse Leite, que pensa em disputar a Presidência em 2026. (Globo)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.