Bitcoin ultrapassa os US$ 65 mil e se aproxima de máxima histórica

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

O Bitcoin subiu pelo segundo dia consecutivo nesta segunda-feira e está cada vez mais perto de atingir sua máxima histórica. A maior criptomoeda do mercado opera em alta de 5,80% nesta manhã, cotada a US$ 65.332, maior preço desde novembro de 2021. Na semana, o token operou em alta de 28%. Nos últimos 12 meses, o preço do Bitcoin subiu cerca de 186%. A expectativa é de que a cripto ultrapasse em breve seu recorde de US$ 69 mil, alcançado no final de 2021. No centro da valorização está a demanda crescente por ETFs de Bitcoin à vista listados nos EUA, que começaram a ser negociados em 11 de janeiro. Um total de US$ 7,35 bilhões foram investidos desde a estreia dos ETFs de bitcoin de grandes gestoras, incluindo a BlackRock e Fidelity Investments. (Bloomberg Línea)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.

Se você já é assinante faça o login aqui.

Fake news são um problema

O Meio é a solução.

Edições exclusivas para assinantes

Todo sábado você recebe uma newsletter com artigos apurados cuidadosamente durante a semana. Política, tecnologia, cultura, comportamento, entre outros temas importantes do momento.


R$15

Mensal

R$150

Anual
(economize 2 meses)
Edição de Sábado: Biden e a sombra de 1968
Edição de Sábado: Descriminalizou, e agora?
Edição de Sábado: Em nome delas
Edição de Sábado: Nova era dos extremos
Edição de Sábado: A realidade argentina nos 6 meses de Milei

Sala secreta do #MesaDoMeio

Participe via chat dos nossos debates ao vivo.


R$15

Mensal

R$150

Anual
(economize 2 meses)

Outras vantagens!

  • Entrega prioritária – sua newsletter chega nos primeiros minutos da manhã.
  • Descontos nos cursos e na Loja do Meio

R$15

Mensal

R$150

Anual
(economize 2 meses)