Ofensiva em Rafah não é iminente, dizem autoridades israelenses

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

Diferentes autoridades israelenses disseram nesta segunda-feira que uma ofensiva sobre a cidade de Rafah, no sul da Faixa de Gaza, não é iminente, embora possa acontecer ainda durante o Ramadã, mês sagrado do Islã, iniciado no domingo. A cidade está hoje abarrotada com cerca de um milhão de refugiados que fugiram dos ataques de Israel contra o norte do território palestino. Segundo esses oficiais, é necessário organizar as forças que participariam da ofensiva e planejar a retirada dos civis de Rafah, apontada pelo premiê Benjamin Netanyahu como “o último bastião do Hamas”. No sábado, o presidente dos EUA, Joe Biden, afirmou que a eventual invasão da cidade seria “uma linha vermelha” cruzada por Israel, embora não indicasse consequências pra o ato. (CNN)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.