Manifesto internacional protesta contra censura a livros

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

Um manifesto contra a crescente onda de censura, proibição e boicote de livros em todo o mundo foi divulgado nesta quinta-feira por cinco organizações internacionais. Assinado pelo Fórum Internacional de Autores (IAF), o PEN International (PEN), a Associação Internacional de Editores (IPA), a Federação Europeia e Internacional de Livreiros (EIBF) e a Federação Internacional de Associações e Instituições Bibliotecárias (IFLA), defende a liberdade leitura, expressão e publicação. “Em uma época em que a censura está em ascensão, o setor de livros deve se manter firme e unido em sua missão de fornecer acesso a todos os tipos de livros para o benefício máximo dos leitores”, avalia Jean-Luc Treutenaere, copresidente da EIBF. No Brasil, livros como O Avesso da Pele, de Jéferson Tenório, e Outono da Carne Estranha, de Airton Souza, foram alvos recentes de censura. O manifesto está aberto a adesões neste link. (Estadão)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.