Andrade Gutierrez e Novonor, ex-Odebrecht, vencem licitação de refinaria

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

Envolvidas num dos maiores escândalos de corrupção do país, as construtoras Andrade Gutierrez e Novonor, antiga Odebrecht, estão de volta à Refinaria Abreu e Lima (Rnest), que foi pivô da Operação Lava Jato. As duas estão entre as vencedoras da licitação para as obras de complementação, que devem começar no segundo semestre, para ampliar de 100 mil para 260 mil barris por dia a produção de diesel S10. A Consag, empresa da Andrade Gutierrez que atua no mercado privado, venceu dois lotes, o A e o B, com valores de R$ 3,9 bilhões. A empresa foi a primeira a sair da black list da Petrobras há quatro anos, depois de reformar seu programa de compliance. A Tenenge, que pertence à Novonor, também ficou com dois lotes, com valor superior a R$ 8 bilhões. Outras três companhias venceram a disputa. E um lote deu vazio. Procuradas, as empresas não se manifestaram. (Estadão)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.

Se você já é assinante faça o login aqui.

Fake news são um problema

O Meio é a solução.

Edições exclusivas para assinantes

Todo sábado você recebe uma newsletter com artigos apurados cuidadosamente durante a semana. Política, tecnologia, cultura, comportamento, entre outros temas importantes do momento.


R$15

Mensal

R$150

Anual
(economize 2 meses)
Edição de Sábado: 'O identitarismo promove uma sociedade conflituosa e hostil'
Edição de Sábado: Biden e a sombra de 1968
Edição de Sábado: Descriminalizou, e agora?
Edição de Sábado: Em nome delas
Edição de Sábado: Nova era dos extremos

Sala secreta do #MesaDoMeio

Participe via chat dos nossos debates ao vivo.


R$15

Mensal

R$150

Anual
(economize 2 meses)

Outras vantagens!

  • Entrega prioritária – sua newsletter chega nos primeiros minutos da manhã.
  • Descontos nos cursos e na Loja do Meio

R$15

Mensal

R$150

Anual
(economize 2 meses)