Livro discute imagem pública de Paulo Coelho, Manuel Bandeira e Clarice Lispector

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

Para ler com calma. O que Paulo Coelho, Manuel Bandeira e Clarice Lispector têm em comum? Considerados ícones da literatura brasileira, estes autores criaram cada um sua persona pública, marcando o imaginário social e cultural. No livro recém-lançado “O Mago, o Santo, a Esfinge” (Todavia), o crítico e professor da USP Fernando Antonio Pinheiro Filho analisa como os três autores se tornaram personagens distintos da literatura brasileira. A partir dos escritos do trio, além de depoimentos, entrevistas e fatos biográficos, os ensaios que compõem o livro examinam como a imagem “indecifrável” de Clarice Lispector e a condição marginal de Paulo Coelho no campo literário do país afetaram a percepção do público e seu prestígio na crítica, e a relação entre suas vidas sociais e literárias. (Folha)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.