Após homologação de delação premiada, defesa de Ronnie Lessa abandona o caso

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

A defesa de Ronnie Lessa anunciou nesta quarta-feira que está deixando o caso. A decisão ocorre no dia seguinte à homologação da delação premiada do ex-policial militar pelo Supremo Tribunal Federal nas investigações da morte da vereadora Marielle Franco e de seu motorista Anderson Gomes. Os advogados Fernando Santana e Bruno Castro representavam Lessa em 12 processos. “Por ideologia jurídica, nosso escritório não atua para delatores”, afirmam em nota. “Desde o primeiro contato, deixamos claro que ele não poderia contar com o escritório caso tivesse interesse em fechar um acordo de delação premiada. Talvez, não por outro motivo que nós não fomos chamados por ele para participar do processo de delação firmado.” Acusado de ser um dos executores do crime, Lessa está preso desde 2019. (g1)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.