Morre o escritor Vernor Vinge, criador do conceito de cyberespaço

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

Morreu na semana passada, aos 79 anos, o escritor de ficção científica americano Vernor Vinge, criador do conceito de cyberespaço. Em seu conto True Names, de 1979, Vinge descreveu um ambiente virtual, ao qual chamou de “Outro Plano”, acessado por eletrodos no crânio dos usuários, que usavam o sistema para invadir arquivos do governo. Cinco anos depois, William Gibson levou a ideia para seu Neuromancer, popularizando o conceito. Vencedor cinco vezes do Prêmio Hugo, o mais importante da ficção científica, Vinge previu em 1993 o que chamou de Singularidade Tecnológica, o desenvolvimento de uma inteligência artificial tão poderosa que marcaria o início do fim da era humana. Ele sofria da doença de Parkinson, mas a causa da morte não foi divulgada. (The Register)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.