União Brasil vai expulsar Chiquinho Brazão, acusado de mandar matar Marielle

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

O comando do União Brasil já decidiu expulsar o deputado Chiquinho Brazão (RJ), preso neste domingo com o irmão Domingos sob a acusação de terem mandado matar a vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ). Segundo o ex-prefeito de Salvador ACM Netto, vice-presidente da legenda, a medida será sacramentada nesta terça-feira, durante reunião da Executiva Nacional, conta Tales Faria. Em nota, o presidente o partido, Antonio Rueda confirmou a reunião e disse que Brazão, embora ainda fizesse parte do União Brasil, “já não mantinha relacionamento com o partido e havia pedido ao Tribunal Superior Eleitoral autorização para se desfiliar”. (UOL)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.