Kiss vende catálogo, nome, imagem e mais para empresa

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

Artistas de renome venderem seus catálogos não é mais novidade, mas o Kiss (Spotify) foi além. A banda, que se aposentou no ano passado, vendeu não só os direitos de suas músicas, mas seu nome, imagem e até o design das maquiagens dos integrantes. O feliz comprador, que teria pagado a bagatela de US$ 300 milhões (R$ 1,5 bilhão), foi a empresa sueca Pophouse Entertainment, responsável pela turnê virtual do ABBA. O negócio reforça os planos, anunciados pelo quarteto em seu show de despedida, de ser representado por avatares em apresentações virtuais. Em nota, a Pophouse disse que pretende promover “a música icônica, as personas enigmáticas e a imagem do grupo para as futuras gerações”. (Variety)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.