Tribunal Europeu condena Suíça por não agir contra aquecimento global

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

Em decisão histórica, o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos (TEDH) condenou a Suíça nesta terça-feira por sua falta de iniciativas para combater o aquecimento global. Essa é a primeira vez que uma Corte europeia condena um país por questões ambientais. A ação foi movida por uma associação de idosas, no qual alega que o governo suíço colocou suas vidas em risco durante a última onda de calor que afetou o país, em 2023. Os juízes determinaram que o país cumpra uma série de medidas ambientais para conter o aquecimento global. O governo disse que vai cumprir a sentença. O tribunal ainda rejeitou uma ação de jovens portugueses contra 32 países sobre o mesmo tema, argumentando que a demanda não havia esgotado os recursos judiciais em seu próprio país; e a de um ex-prefeito francês, por não ter sido reconhecido como vítima no caso em questão. (g1)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.