Após críticas, Brasil condena ataque do Irã a Israel

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

Após críticas e cobranças internas e externas, o chanceler brasileiro, Mauro Vieira, mudou o tom e condenou o ataque do Irã a Israel realizado no último sábado. “O Brasil condena sempre qualquer ato de violência e o Brasil conclama sempre o entendimento entre as partes”, disse o ministro das Relações Exteriores a jornalistas no Palácio do Itamaraty. No sábado, o ministério divulgou uma nota, mas não condenou o lançamento de drones e mísseis por Teerã. “A nota é essa, a nota foi feita. Ela foi feita à noite, às onze da noite, quando todo o movimento começou, e nós manifestamos o temor de que o início da operação pudesse contaminar outros países. Mas isso foi feito à noite, num momento em que não tínhamos, claro, a extensão ou o alcance das medidas tomadas. Fazemos sempre um apelo para contenção e entendimento entre as partes”, disse Vieira, incomodado, durante a visita oficial da chanceler da Argentina, Diana Mondino. (Estadão)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.