Ex-advogado diz que Trump fez esquema contra notícias negativas durante campanha

Receba notícias todo dia no seu e-mail.

Assine agora. É grátis.

Michael Cohen, ex-advogado e faz-tudo de Donald Trump, afirmou aos jurados nesta segunda-feira que combinou secretamente com o então candidato a presidente e o editor-chefe do tabloide National Enquirer, David Pecker, um esquema para bloquear histórias negativas que poderiam prejudicar a campanha presidencial do republicano em 2016. Cohen é a principal testemunha da acusação no julgamento criminal contra o ex-presidente pelo pagamento de US$ 130 mil a Stormy Daniels para impedi-la de falar em público sobre relações sexuais com Trump em 2006. Trump é acusado de ter escondido o pagamento a Daniels, reembolsando Cohen com honorário advocatício falso, registrado irregularmente nos arquivos de sua empresa imobiliária. “Certifique-se que isso não seja publicado”, teria dito Trump, de acordo com Cohen. Os promotores destacaram que o pagamento a Daniels era parte da operação de “pegar e matar” entre Trump, Cohen e Pecker para pagar pessoas com histórias potencialmente negativas sobre o empresário, violando leis de financiamento de campanha. (CNN Brasil)

PUBLICIDADE

Encontrou algum problema no site? Entre em contato.